PSDB estaria apoiando as marchas golpistas? Parece que sim...




Por Erick da Silva

Algumas centenas de pessoas protestaram nas ruas de cidades como São Paulo, Porto Alegre e Brasília neste último sábado (01/11) para pedir o impeachment da presidenta Dilma e combater a "ditadura do PT". Não faltaram nestes atos as chamadas "viúvas da ditadura" pedindo o retorno de uma ditadura militar.

Em 2013 tivemos tentativas similares, com resultados igualmente patéticos no que diz respeito a adesão popular a estas marchas em favor da ditadura.

A novidade é que estes protestos de extrema-direta foram inflados pelo arroubo tucano desta semana em questionar a legitimidade das últimas eleições. Em "defesa da democracia", estes proto-fascistas propõem qual solução? Uma ditadura militar!


Muitos estranharam o silêncio do candidato Aécio Neves e outras lideranças tucanas sobre estes atos e começou a se especular uma possível ligação entre eles e o PSDB. Entrevistado pela Folha de SP, o vice-presidente nacional da sigla, Alberto Goldman, afirmou que o partido não teria nava haver com eles, classificando uma atitude destas como uma "irresponsabilidade". 

Essa versão oficial, ainda que tranquilizadora - afinal seria péssimo para a democracia brasileira se o principal partido da oposições renuncia-se em definitivo o respeito as instituições democráticas - não convence. O problema é que os indícios de que, de alguma forma, os tucanos estariam envolvidos é cada vez mais forte.

Uma prova disso é o perfil no Facebook de uma das principais lideranças da sigla, o senador Alvaro Dias, que publicou dois posts na rede social exaltando os protestos golpistas.


Neste post, o senador tenta, malandramente, associar os atos pró-golpe as manifestações de junho de 2013.



E neste outro, afirma ser este o caminho da radicalização contra o governo Dilma.

irresponsabilizabilidade do senador é absoluta!

A baixa adesão mostra que, para além do apoio de alguns setores da mídia (revista Veja, por exemplo) este tipo de movimentação tem baixa perspectiva de ampliação, o que não significa que não sejam perigosas, podem sim desembocar em expedientes ainda mais perigosos.

Parabéns a todos e todas aqueles que animaram e seguem animando este tipo de discurso de ódio. O PSDB, seguindo este caminho proposto por Alvaro Dias seguramente estará dando sua contribuição para tornar o Brasil um país muito pior!

 O próximo passo é termos grupos de "camisas negras", a exemplo da Itália de Mussolini, cometendo atos de violência contra todos que não se enquadrem em suas opiniões ou no seus estereótipos de "pessoas de bem".


3 comentários:

Anônimo disse...

George Soros vai dar um jeito para robustecer isso aí. Para quem julga Aécio um patriota vale este link:

http://www.terra.com.br/istoedinheiro-temp/351/economia/351_lorde_brasil.htm

Nos livramos de uma boa.

Anônimo disse...

Mais um acréscimo na doideira fascistóide:

https://petitions.whitehouse.gov/petition/position-yourself-against-bolivarian-communist-expansion-brazil-promoted-administration-dilma/V2Y8Dpqm

Adir disse...

Putz, os caras mostram a cara!!! estou passado!